Por que, Por quê...

Compartilhar:

Encontro inusitado


Uma juíza reconheceu um réu durante um julgamento, nesta segunda-feira (27) , no tribunal no estado da Flórida, Estados Unidos, semanas após ter reconhecido um antigo amigo de infância que estava sendo julgado por roubo.

Mindy Glazer, juíza, estava julgando um pedido de extradição por fraude quando reconheceu o acusado, Alon Glenn. Os dois haviam participado do mesmo cruzeiro para o Caribe.

"Você fez um bom cruzeiro? Estou feliz de estar de volta ao trabalho. Tinha que tomar conta de quatro crianças!", contou Mindy. "Foi divertido, né?", perguntou a juíza.

"Você estava no cruzeiro na semana passada? Você não me viu dançando?", perguntou o réu surpreso. "Você estava dançando? Eu estava sentada lá em cima, na sombra. Foi um tempo divertido, não?", disse Mindy. "Sim, mas isso é louco", concluiu Alan, sem graça.


Fonte: RedeTv
Compartilhar:

Bati o carro!

Bati o carro!
Compartilhar:

Claro, querida!

Claro, querida!
Compartilhar:

Seja o primeiro

Seja o primeiro
Compartilhar:

O que eu tenho de errado?


Pô até agora eu não vi nada de errado!
Compartilhar:

Volume Morto

Compartilhar:

Somos todos Maju

Somos todos Maju
E assim é infelizmente o Brasil, uma pais racista!
Compartilhar:

Aprende Laura Muller

Compartilhar:

VIDA REAL

Compartilhar:

Chupeta

Compartilhar:

DOIS POR QUATRO

Compartilhar:

Não me subestime

Não me subestime
Compartilhar:

Eu Gosto de Ser

Eu Gosto de Ser
Compartilhar:

Lista

Lista
Compartilhar:

Jogo da Forca

Jogo da Forca
Compartilhar:

Você é...

Você é...
Compartilhar:

SOCORRO!!!

Compartilhar:

Água na...

Compartilhar:

Sabe Tudo

Compartilhar:

Promoção

Para quem não conhece, Oscar Maroni é o controverso proprietário do Bahamas, a p*%ria mais famosa de São Paulo e do Brasil. Aproveitando a atual situação do Brasil, ele resolveu fazer uma promoção:

Compartilhar:

Acusado Chora

Suspeito de roubar um carro nos Estados Unidos, o americano Arthur Booth, de 49 anos, se emocionou durante seu julgamento, nesta terça-feira (30), depois que a juíza Mindy Glazer o reconheceu dos tempos de escola, quando eram amigos. "Senhor Booth, tenho uma pergunta. Você frequentou [a escola] Nautilus?", questionou Glazer. Questionado, o homem não conseguiu responder e apenas repetiu diversas vezes "Oh meu Deus! Oh meu Deus!". Booth foi preso na segunda-feira (29) após ser flagrado dirigindo um carro que teria sido usado no assalto a uma casa. Ao ser abordado por um policial, ele acelerou e acabou sendo perseguido, segundo informações da "NBC News".


"Sinto muito vê-lo aí. Sempre me perguntei o que teria acontecido com o senhor", continuou a juíza. "Ele era o garoto mais legal da escola, foi o melhor menino do ensino fundamental", acrescentou. Diante do homem emocionado, a juíza continua: "Sr. Booth, espero que você seja capaz de mudar seu comportamento. Boa sorte", deseja ela. "Espero que você seja capaz de sair desta situação bem e tenha uma vida boa", finalizou.

Assim que a Glazer termina sua fala, Booth tenta dizer algo, mas recebe o chamado dos policiais e deixa o local sem nada dizer. Ele ficará preso até pagar uma fiança de quase R$ 135 mil.

O vídeo do encontro entre a juíza e o réu tornou-se viral nas redes sociais.

Fonte: RedeTv 


Ai Você vai me dizer que ele foi vitima de preconceito e falta de oportunidade, por isso não tinha emprego e foi pro crime. MENTIRA!
Foi a falta de vontade que fez ele estar onde tá e a Juíza a mesma coisa pois a oportunidade ambos tiveram a mesma e preconceito duvido muito.

Compartilhar:

Telecurso Furacão 2000

Compartilhar:

The Voice

Compartilhar:

Facebook

Twitter

Parceiros



Viegas page ~ a web em suas mãos!

Nosso App




Compatível com: Android / Blackberry
Java / iOS / Windows Phone

Seguir por e-mail

Doação

GOSTOU DO BLOG, FAÇA UMA DOAÇÃO!