Mesma Caixa

Mesma Caixa
Compartilhar:

O Papai Noel "genérico"

Uma garota que estava fazendo compras com seus pais, em um supermercado nos Estados Unidos, encontrou um senhor barbudo e acabou confundindo ele com o Papai Noel.


O Papai Noel "genérico", identificado como Roger, de acordo com o site "Mirror", entrou no clima e, com espírito natalino, agiu como se fosse mesmo o bom velhinho.

Para seguir a tradição, Roger perguntou para a menininha se ela se comportou direito este ano. A criança respondeu que sim, e disse que deixaria uns biscoitos para o Noel. "Posso comer todos?", questionou Roger. "Não, você precisa dividir", respondeu a menina.

Compartilhar:

Chocolate!

Compartilhar:

Clic!

Compartilhar:

Papai & Mamãe!

Papai & Mamãe!
Compartilhar:

Matisyahu - One Day (tradução)

Compartilhar:

Olá Papai, sou eu.

Compartilhar:

Certo & Errado

Certo & Errado
Compartilhar:

Verdadeiro show.

Com apenas seis anos de idade, Audrey Nethery já é uma vencedora.

Ela é portadora da síndrome de Blackfan-Diamond, uma doença óssea que gera um grande risco de vida, fadiga, fraqueza e diversos sintomas que prejudicam a vida de quem possuí. Mas nem por isso a pequena Audrey desistiu de seu maior sonho: ser uma dançarina.


Mesmo com todo o cansaço que dançar gera, ela não para e está sempre postando vídeos de coreografias sensacionais que fazem o maior sucesso. E o resultado do esforço dela foi a realização de mais um sonho que era dançar com as Rockettes New York City.
Compartilhar:

Adult Swim - Happy Birthday, Calvin

Compartilhar:

Vamos cantar junto!

Compartilhar:

Estamos Prontos

Compartilhar:

Já acabou Jessica?

Compartilhar:

Falabella - Exalta o poder da gentileza

Compartilhar:

TESTANDO ALUNOS DO ENEM

Compartilhar:

É Hoje - De Volta pro Futuro

Vamos ver o que McFly viu quando chegou aqui, olha a listinha!!!



Compartilhar:

Dividindo o mundo (de novo)

Dividindo o mundo (de novo)
Compartilhar:

Selfie INRI

Selfie INRI
Compartilhar:

Cuida do teu...

Cuida do teu...
Compartilhar:

Fala sério

Compartilhar:

O Brasil é de chorar

Na cidade de Joinville houve um concurso de redação na rede municipal de ensino. O título recomendado pela professora foi:
‘Dai pão a quem tem fome’.
Incrível, mas o primeiro lugar foi conquistado por uma menina de apenas 14 anos de idade.
E ela se inspirou exatamente na letra de nosso Hino Nacional para redigir um texto, que demonstra que os brasileiros verde amarelos precisam perceber o verdadeiro sentido de patriotismo.
Leiam o que escreveu essa jovem.

É uma demonstração pura de amor à Pátria e uma lição a tantos brasileiros que já não sabem mais o que é este sentimento cívico.
Eis o que a garota escreveu:
“Certa noite, ao entrar em minha sala de aula, vi num mapa-mundi, o nosso Brasil chorar:
O que houve, meu Brasil brasileiro? Perguntei-lhe!
E ele, espreguiçando-se em seu berço esplêndido, esparramado e verdejante sobre a América do Sul, respondeu chorando, com suas lágrimas amazônicas: Estou sofrendo. Vejam o que estão fazendo comigo…
Antes, os meus bosques tinham mais flores e meu seio mais amores. Meu povo era heróico e os seus brados, retumbantes. O sol da liberdade era mais fúlgido e brilhava no céu a todo instante. Onde anda a liberdade, onde estão os braços fortes? Eu era a Pátria amada, idolatrada. Havia paz no futuro e glórias no passado. Nenhum filho meu fugia à luta.
Eu era a terra adorada e dos filhos deste solo era a mãe gentil. Eu era gigante pela própria natureza, que hoje devastam e queimam, sem nenhum homem de coragem que às margens plácidas de algum riachinho, tenha a coragem de gritar mais alto para libertar-me desses novos tiranos que ousam roubar o verde louro de minha flâmula.
Eu, não suportando as chorosas queixas do Brasil, fui para o jardim. Era noite e pude ver a imagem do Cruzeiro que resplandece no lábaro que o nosso país ostenta estrelado.
Pensei… Conseguiremos salvar esse país sem braços fortes?
Pensei mais….
Quem nos devolverá a grandeza que a Pátria nos traz?
Voltei à sala, mas encontrei o mapa silencioso e mudo, como uma criança dormindo em seu berço esplêndido.”

Via: Facebook
Compartilhar:

Brasil Pandeiro - "Brasileiramente Puro"

Compartilhar:

Que tal ficar burro?

Quer ser feliz, seja um completo idiota!

Compartilhar:

Show no Buteco

Compartilhar:

Turma do Chaves aovivo

Turma do Chaves no estádio Nacional em Santiago do Chile em 1977.

Compartilhar:

Born To Be Wild - Dog

Compartilhar:

Thriller (turma do PT)

Compartilhar:

Fora Uber! E leve o Facebook junto.

"A Cronica que segue resume bem o medo das mudanças que muitos tem. Isso é simples evolução: A mais inadaptável é a espécie que perpetua"

Vou confessar uma coisa: acho uma grande sacanagem essa história de Uber. Não vou entrar no mérito sobre legalidade, ilegalidade, pirataria e regulamentação. Mas não me parece certo esse caminho, aparentemente sem volta, para uma vida facilitada pela internet e seus aplicativos.


O Uber é um desses. Ele tira do cliente a experiência de caminhar até o ponto e negociar a corrida. Tira também o prazer de jogar roleta-russa enquanto levantamos as mãos no fio da calçada e experimentamos as delícias do acaso: ao volante pode estar alguém que nos ensine as propriedades do chá de carqueja ou alguém que relate em detalhes as frieiras no pé esquerdo. Pode estar também alguém com o atalho para tudo, inclusive para exterminar a bandidagem, a corrupção, o tédio dos domingos e a própria frieira. Um amigo jura ter encontrado, certa feita, um taxista com uma tese bastante bem fundamentada sobre a mobilidade urbana: que São Paulo só teria jeito quando a Teodoro começasse a descer e a Cardeal, a subir.

Nada contra o Uber. Tenho até amigos que são usuários. O que não gosto é dessa ideia de adaptar a vida a partir das inovações tecnológicas. Elas são o problema.

Já não gostei quando começaram a oferecer o serviço em automóveis. Gostava mesmo era dos cavalos. Naquele tempo, sim, as coisas funcionavam: os taxistas criavam os equinos nos estábulos perto de casa. Podíamos acompanhar o desenvolvimento dos animais: a alimentação, o tratamento dos dentes, o ajuste da sela, a aplicação dos xampus para a crina. Não esses xampus comprados em qualquer farmácia, mas feitos em casa com babosa e amor.

Quando os bichos estavam prontos, aí sim podíamos assobiar a eles, sentar na sela de trás e observar a frugalidade da paisagem enquanto o cavaleiro-taxista nos falava sobre as sacanagens da monarquia testemunhadas por outros clientes. Não fossem aqueles passeios, jamais saberíamos, por exemplo, que o filho de Dom Pedro I era o verdadeiro dono da Friboi.

Mas eu confesso também: gostava do tempo do imperador e até hoje não me conformo com esse aplicativo chamado República. Naquele tempo não recebíamos convites, o tempo todo, para nos mobilizar em campanhas e petições pela causa A ou B. Nem textões de Facebook de pessoas jogando em nossa cara o desconforto com nossos privilégios.

Ninguém precisava dizer “sou contra”, “sou a favor, mas veja bem”, sobretudo mulheres. Elas cuidavam de nossos filhos e nós trazíamos o javali ao fim do dia. E ninguém reclamava. Hoje querem até ser presidente.

Maldita inclusão digital.

Antes, o que o soberano decidia estava decidido. Não tinha essa necessidade boba de participar e dar pitaco sobre tudo. Sobrava-nos o resto do dia para escrever cartas, perfumar o papel, beijar a assinatura, colar o envelope, escolher a melhor roupa, o melhor chapéu, fazer a barba, chamar o táxi, montar no cavalo, viajar por dias até o posto dos Correios na capital, pagar o serviço com dinheiro, ser assaltado sem precisar lembrar a senha, voltar para casa e esperar a resposta do destinatário.

Hoje em dia com um clique matamos todo esse procedimento. Podemos enviar mensagens sem precisar nos vestir – muitas vezes puxamos conversa sobretudo por NÃO estar com roupa alguma.

Pense no tanto de trabalho eliminado desde que inventaram o botão “compartilhar”. Perderam o posto o lenhador, o sujeito que transformava madeira em papel, o fabricante de tinta, de caneta tinteira e da cola, o entregador de papel, o criador de cavalo, o cavaleiro...tudo com um clique.

O resultado? O resultado é essa geração blasé que, em pleno almoço de família, pega o smartphone e mergulha num mundo paralelo de cristal líquido sem dar a mínima para os questionamentos educativos de pais, avós e tios sobre “e o vestibular?”, “tá estudando?”, “já tá rico?”, “e a namorada?”, “tá usando camisinha?”, “que brinquinho é esse?”, “seu amigo é meio esquisito, não?”, “e esse decote?”. Sem contar as conversar construtivas sobre as aleivosias da vida íntima da cunhada. Que não está à mesa.

Compartilhar:

O que vale mais?

Compartilhar:

Danasse as Olimpíadas


Deu pra ver as lágrimas de dor deste ser. Nós sujamos pra uma inocente tartaruga sofre?
E você só está preocupado com a qualidade da agua agora com as provas olímpicas chegando.
Danasse as Olimpíadas!!! Cuidem das águas pra evitar mais cenas desse tipo.

Compartilhar:

Nação Laica?

Sempre me perguntei muito sobre a laicidade da nossa nação. Ainda termos crucifixos em colégios públicos recém inaugurados, juramento em cima de bíblia, ensinos religioso voltado pra uma fé e outros exemplos...

Compartilhar:

Que Susto!

Compartilhar:

Meu propósito de vida

Compartilhar:

PORQUE PRESIDENTA NÃO CHORA

Compartilhar:

Quais episódios?


Aposto que você já tivesse a curiosidade em saber de qual episódio cada foto foi tirada.
Compartilhar:

Revoltado


O que fizeram pra esse guri?
Compartilhar:

Admiro

Admiro
Compartilhar:

Todos Juntos

Compartilhar:

Que Sorte

Compartilhar:

Pé Grande!

Gostei muito do seu posicionamento político, lembrando que foi transmitido em uma emissora que "deve" tá amarrada ao governo por isso sua falta de apoio e opinião!

Compartilhar:

VEM PRA RUA!

Eu jurei nunca mais postar alguma coisa política, pois mesmo sendo mais à direita, tem também algumas coisas que me simpatizam com a atual esquerda e tenho amigos dos dois lados. Pois bem, essa é mais uma promessa que quebro, VEM PRA RUA! você também!

Esta chamada ficou muito boa e esta faltando um espírito de cara pintado na atualidade, nessa juventude que só "curti", "compartilha" e não está na rua como nos anos 90.
Na imprensa que não sai de cima do muro em suas opiniões (opinião alguma) e quando sai só atrapalha.
Nos artista que se venderam por patrocínios pra suas peças e shows.
Nos programas humorísticos que mostram "piadas de salão" com bêbados, viados e com umas trocas de atores em pleno espetáculo sem sentido, cuidando pra não ser "politicamente Incorreto".

Pra tirar uma direita corrupta teve apoio (Impeachment do Collor), já pra tirar uma esquerda mais corrupta não estamos tendo apoio (Impeachment da Dilma).


Então larga esse teu Smartphone e VEM PRA RUA!
Compartilhar:

Feliz dias dos Pais

Feliz dias dos Pais
Compartilhar:

O que você colocaria?

O que você colocaria?
Compartilhar:

Admita

Compartilhar:

Corrigindo Provérbios

Corrigindo Provérbios
Compartilhar:

Pessoas Felizes

Compartilhar:

Cubo de Rubik's


Deve ser a trilha sonora… Viva a Galinha Pintadinha ;)
Compartilhar:

Como ser um líder

Tudo que nossa querida PresidANTA NÃO é!

Pessoas em posição de liderança necessitam algumas características e atitudes que fazem com que elas sejam diferentes dos chefes. Em outras palavras, chefe não é o mesmo que líder e chefia não significa ter liderança – só poder.

Saiba – baseado na experiência de especialistas e grandes líderes – como você precisa agir e o que desenvolver para liderar equipes e pessoas, diferentemente daqueles que não lideram e apenas dão ordens.

SEU DISCURSO PRECISA SER BOM
Claro que não é só a palavra que faz com que você seja um grande líder, mas para isso você precisa ter um bom discurso. As pessoas à sua volta têm que acreditar no que você fala e sua oratória precisa passar firmeza e segurança pra elas.



APONTE OS CAMINHOS E METAS
Deixe claro para a sua equipe quais são os caminhos a seguir e qual a meta estabelecida. Para isso é preciso ter boa comunicação e saber de fato onde você e a empresa/organização/equipe querem chegar.



NÃO FIQUE SÓ DANDO ORDENS
Quem lidera não fica só dando ordens enquanto o resto corre atrás. Faça a sua parte também.


CAMINHE JUNTO DA EQUIPE
Um bom líder é aquele que empurra o bloco das obrigações junto com os outros, e não o que senta em cima dele. Seja o exemplo, isso motiva o resto.


DÊ UM RETORNO ÀS PESSOAS
Dê esse feedback para o pessoal que trabalha com você, tanto individualmente como em grupo (sem expor ninguém). No caso do retorno negativo, saiba como transmitir isso de forma construtiva.
 

PROCURE SE CERCAR DE BOAS PESSOAS
Procure se cercar de boas pessoas, com “boas” em sentido amplo mesmo: profissional e pessoal. Uma equipe formada por gente ruim ou por pessoas que não buscam o bem comum do grupo ou da entidade só pode dar errado. Monte um time com gente competente e motivada a fazer as coisas acontecerem.

ESCUTE E APRENDA
Desenvolver essa capacidade de escutar os outros é fundamental para ser um líder. As pessoas podem ter o que te ensinar sobre trabalho, vida, pontos de vista, métodos, etc. Além disso, escutar o retorno delas sobre como o trabalho de toda a equipe está sendo conduzido é ótimo para você saber se está no caminho certo e o que precisam mudar, readaptar.



Não penses que sua pseudo experiência como  TERRORISTA, GUERRILHEIRA, ASSALTANTE DE BANCOS, ARRUACEIRA e outros adjetivos, valeu alguma coisa de positivo pro BRASIL!
Compartilhar:

A Humanidade em Dois Minutos

Compartilhar:

Heliyum - A verdade sobre a cerveja com gás hélio

“Enquanto nos dedicamos à busca “nobre” de aperfeiçoar o sabor de lúpulos nobres, passamos a explorar Gases Nobres também.


Acontece meus amigos, que infelizmente a Samuel Adams HeliYUM não existe. :(

Me desculpe por destruir os seus sonhos, machucar seu coração e te fazer perder um pouco da fé na humanidade, mas com a tecnologia que temos atualmente é impossível de se produzir uma cerveja que leve gás Hélio.

A explicação:
O gás Hélio é um gás inerte, ou seja, não se mistura com outros elementos. Por isso, o máximo de gás que seria possível colocar em uma garrafa de cerveja é o espaço restante que sobra dentro da garrafa que não está ocupado com a cerveja, e esse pequeno espaço não dá nem pra afinar um pouquinho a voz.
Além disso, o gás Hélio é muito leve, então assim que colocasse a cerveja no copo o gás iria embora na hora.

Isso foi um boato criado pelos caras do Die Bierprobierer, acontece que tudo isso não passou de uma brincadeira de 1º de abril!

Compartilhar:

As mais Fofas

As mais Fofas
Compartilhar:

Por que, Por quê...

Compartilhar:

Encontro inusitado


Uma juíza reconheceu um réu durante um julgamento, nesta segunda-feira (27) , no tribunal no estado da Flórida, Estados Unidos, semanas após ter reconhecido um antigo amigo de infância que estava sendo julgado por roubo.

Mindy Glazer, juíza, estava julgando um pedido de extradição por fraude quando reconheceu o acusado, Alon Glenn. Os dois haviam participado do mesmo cruzeiro para o Caribe.

"Você fez um bom cruzeiro? Estou feliz de estar de volta ao trabalho. Tinha que tomar conta de quatro crianças!", contou Mindy. "Foi divertido, né?", perguntou a juíza.

"Você estava no cruzeiro na semana passada? Você não me viu dançando?", perguntou o réu surpreso. "Você estava dançando? Eu estava sentada lá em cima, na sombra. Foi um tempo divertido, não?", disse Mindy. "Sim, mas isso é louco", concluiu Alan, sem graça.


Fonte: RedeTv
Compartilhar:

Bati o carro!

Bati o carro!
Compartilhar:

Claro, querida!

Claro, querida!
Compartilhar:

Seja o primeiro

Seja o primeiro
Compartilhar:

O que eu tenho de errado?


Pô até agora eu não vi nada de errado!
Compartilhar:

Volume Morto

Compartilhar:

Somos todos Maju

Somos todos Maju
E assim é infelizmente o Brasil, uma pais racista!
Compartilhar:

Aprende Laura Muller

Compartilhar:

VIDA REAL

Compartilhar:

Chupeta

Compartilhar:

DOIS POR QUATRO

Compartilhar:

Não me subestime

Não me subestime
Compartilhar:

Eu Gosto de Ser

Eu Gosto de Ser
Compartilhar:

Lista

Lista
Compartilhar:

Jogo da Forca

Jogo da Forca
Compartilhar:

Você é...

Você é...
Compartilhar:

SOCORRO!!!

Compartilhar:

Água na...

Compartilhar:

Sabe Tudo

Compartilhar:

Promoção

Para quem não conhece, Oscar Maroni é o controverso proprietário do Bahamas, a p*%ria mais famosa de São Paulo e do Brasil. Aproveitando a atual situação do Brasil, ele resolveu fazer uma promoção:

Compartilhar:

Acusado Chora

Suspeito de roubar um carro nos Estados Unidos, o americano Arthur Booth, de 49 anos, se emocionou durante seu julgamento, nesta terça-feira (30), depois que a juíza Mindy Glazer o reconheceu dos tempos de escola, quando eram amigos. "Senhor Booth, tenho uma pergunta. Você frequentou [a escola] Nautilus?", questionou Glazer. Questionado, o homem não conseguiu responder e apenas repetiu diversas vezes "Oh meu Deus! Oh meu Deus!". Booth foi preso na segunda-feira (29) após ser flagrado dirigindo um carro que teria sido usado no assalto a uma casa. Ao ser abordado por um policial, ele acelerou e acabou sendo perseguido, segundo informações da "NBC News".


"Sinto muito vê-lo aí. Sempre me perguntei o que teria acontecido com o senhor", continuou a juíza. "Ele era o garoto mais legal da escola, foi o melhor menino do ensino fundamental", acrescentou. Diante do homem emocionado, a juíza continua: "Sr. Booth, espero que você seja capaz de mudar seu comportamento. Boa sorte", deseja ela. "Espero que você seja capaz de sair desta situação bem e tenha uma vida boa", finalizou.

Assim que a Glazer termina sua fala, Booth tenta dizer algo, mas recebe o chamado dos policiais e deixa o local sem nada dizer. Ele ficará preso até pagar uma fiança de quase R$ 135 mil.

O vídeo do encontro entre a juíza e o réu tornou-se viral nas redes sociais.

Fonte: RedeTv 


Ai Você vai me dizer que ele foi vitima de preconceito e falta de oportunidade, por isso não tinha emprego e foi pro crime. MENTIRA!
Foi a falta de vontade que fez ele estar onde tá e a Juíza a mesma coisa pois a oportunidade ambos tiveram a mesma e preconceito duvido muito.

Compartilhar:

Telecurso Furacão 2000

Compartilhar:

The Voice

Compartilhar:

Senha

Senha
Compartilhar:

Tá baratinho

Tá baratinho
Compartilhar:

Meus pesames

Meus pesames
Compartilhar:

Bar chato!

Compartilhar:

Eu vejo fantasma!

Eu vejo fantasma!
Compartilhar:

Silas Malafaia ensina a ser mais trouxa

Compartilhar:

Tô contigo e não abro!

Tô contigo e não abro!
Compartilhar:

O Reclamão

Você deve conhecer algum amigo, colega sei lá o que. que nunca se agrada com nada. É só ver o vídeo que você vão entender.

Compartilhar:

Super Mario Brothers - Parkour

Compartilhar:

To Vendendo

To Vendendo
Compartilhar:

Ingratos

Ingratos
Compartilhar:

Qual sua modalidade?

Qual sua modalidade?
Compartilhar:

Desaparecidos

Desaparecidos
Compartilhar:

Batam nos seus filhos

Compartilhar:

Pesquisa

Pesquisa
Compartilhar:

E ele acreditou!

Não vamos rir, pois se você pensar bem já teve um outro senhor que também acreditou em seu esposa e no seu milagre! e depois a história você conhece. Pra você ver o conto de fadas!

Compartilhar:

Estagiário

Estagiário
Compartilhar:

A VINGANÇA DE YOSHI

Compartilhar:

Sacrilégio Musical

Ontem eu estava navegando por blogs, sites e tal sem compromisso até que me deparei com um crime.
A versão em português do clássico do Rock “Another Brick In The Wall” da banda "Pink Floyd". Podes até não curtir rock mais conhece este hino.

A versão foi gravada pela dupla "Max & Luan" e recebeu o nome de "Até o céu", a versão não tem nada, mas é nada a ver mesmo com a letra original e o pior com versos toscos e cantados com um ovo na boca.

Nota-se também a péssima pronuncia do cantor que não deve saber patavinas alguma de inglês. olha a loucura mantiveram trechos do original com a versão tipo: "We don’t need no education, We dont need no thought control!" que significa: "Não precisamos de nenhuma educação Não precisamos de controle mental".
Já na paródia no trecho onde era "Hey! Teachers! Leave them kids alone! All in all it’s just another brick in the wall All in all you’re just another brick in the wall" por uma sandice tipo: "Hei, menina! Me da um sinal Vou voando bem alto até te encontrar Eu sei que um dia você vai me amar!"

Escute por sua conta e risco:


Letra:
Até o Céu:
Eu te amo e você nem tanto
Vou te seguindo até o céu
Hei, menina!
Me dá um sinal
Já não sei disfarçar minha estrela é você
Já não sei disfarçar o meu voo é você

Eu te amo e você nem tanto
Vou te seguindo até o céu
Hei, menina!
Me da um sinal
Vou voando bem alto até te encontrar
Eu sei que um dia você vai me amar
Vou voando bem alto até te encontrar
Me da um sinal
Compartilhar:

Fazendo as contas - Charges.com.br

A gratidão desta Senhora deu pra ver que é rasa até pra uma cidade onde ela ganhou as eleições!
Compartilhar:

Falabella - Inimigos


Este pensamento me faz aceita muita situação!
Compartilhar:

Dei - XuXa

Compartilhar:

Adeus em ritmo de lava jato - Juca Chavez

Compartilhar:

O Sr. fez alguma coisa?


Ainda existem jornalistas com sangue na cara... parabéns.
Compartilhar:

FAM CLUBY

FAM CLUBY
Compartilhar:

Nova Oração

Nova Oração
Compartilhar:

Facebook

Twitter

Parceiros



Viegas page ~ a web em suas mãos!

Nosso App




Compatível com: Android / Blackberry
Java / iOS / Windows Phone

Seguir por e-mail

Doação

GOSTOU DO BLOG, FAÇA UMA DOAÇÃO!